Pular para o conteúdo principal

Jovem gordinha cria polêmica ao viralizar vídeo

Vídeo com dança de publicitária passou de 10 mil  visualizações.
Jovem quis passar mensagem sobre respeito e aceitação do próprio corpo.

Com a melodia do funk do momento e uma paródia sobre comida e aceitação do próprio corpo, Cláudia Pereira, de 21 anos, começou esta quarta-feira (11) com mais de 10 mil visualizações em um vídeo em que dança uma versão de "Deu Onda”, criada pelo youtuber Rafinha Sanchez. “Tem muita gordinha que não se aceita. Quero mostrar que podemos ser felizes do jeito como somos, que as pessoas enxerguem como a gente se enxerga, se amando”, declarou a jovem, natural de João Pessoa.


O vídeo foi produzido no domingo (8) e publicado no perfil da jovem no Facebook na segunda-feira (9). Na terça-feira (10), o vídeo já tinha alcançado 1 milhão de visualizações.




Sem muita produção, Cláudia vestiu apenas um biquíni e e escolheu como cenário uma mesa repleta de comidas. Com a câmera ligada, a jovem, formada em marketing, fez uma performance incentivando a aceitação do próprio corpo e demonstrando amor próprio. “O pessoal notou isso, de eu me aceitar, me amar, sair dos padrões estéticos”, comentou.

A jovem faz sua performance cheia de alegria. "Essa é a mensagem que eu tento passar, me aceitar como sou, mostrar que sou feliz, que gosto de usar as roupas que eu quiser, e quero mostrar isso para as outras gordinhas”, explicou a jovem.


Viral rende novos planos


Comentários como: “Se ela é feliz assim, também posso ser!”, “Menina linda. Você arrasou, é isso aí. Seja mais você”, "Um sorriso que transborda felicidade. Uma prova que não existe padrão ideal pra beleza", incentivaram a publicitária a perpetuar a mensagem de aceitação ao próprio corpo. “Não imaginava tudo isso, foi muito rápido. Meu celular não para de receber notificação, não consigo nem ver o que falam. Ainda não caiu a ficha”, afirma Cláudia.

Os comentários positivos sobre o vídeo fizeram a publicitária se sentir realizada. “Foi o que me deixou mais feliz. É a minha intenção mostrar isso, essa [minha] felicidade, esse amor próprio. As pessoas comentando sobre os corpos delas, dizendo que se aceitam, elogiando. Comecei a me emocionar com a galera mandando mensagem”, revelou a paraibana. “Também há quem critique, mas eu não ligo”, completou.

Cláudia confessou que as suas redes sociais agora não param mais de receber mensagens e ela quer devolver o carinho que está recebendo desde segunda-feira, mas explicou que não está conseguindo devido ao grande volume de interações.


Repercussão fez criar canal

Com a grande repercussão, Cláudia Pereira criou um canal no Youtube, depois que o público muito pediu. Dessa forma, ela vai continuar a perpetuar a mensagem de aceitação de seu corpo, além de comentar sobre temas cotidianos e dicas de moda. “Muita gente já pedia para eu fazer blog ou canal. Mas eu trabalhava o dia todo e não tinha tempo. Ontem [terça-feira] precisei criar de todo jeito”, disse.

O canal quer quebrar preconceitos, passar dicas de moda e de looks. “Aqui na região [de João Pessoa] é pouca a diversidade de moda para o nosso tamanho. E, claro, vou fazer coisas de humor”, adiantou. A publicitária tem planos de ir estudar na Alemanha e já tem até passagem marcada para o fim do primeiro semestre. Mas se as coisas mudarem e o sucesso do viral continuar, Cláudia Pereira é enfática. “Posso mudar de ideia”, finalizou.




Fonte: G1

Comentários

  1. Lindo seu cantinho, Parabéns pelo seu Trabalho
    Meu contato!@#$%

    www.lucrearte.com/atacado
    Abrass: Renato Porta Pulseiras

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

:: A moda pede coletes, saiba como usar o seu! ::

Olá meninas, uma das tendências deste inverno, são os coletes, pode-se dizer que seja um acessório, que vai dar aquele "tchan" na sua roupa, mas é claro, precisamos saber como combiná-los com certas roupas e principalmente com o nosso tipo físico, vamos lá?!

Não importa a época que se encontra, os coletes sempre vão bem ao look feminino, para dar uma realçada no visual e deixar personalizado. Mas cuidado na hora de escolher a cor e corte, por isso hoje daremos algumas dicas de como usar coletes.

 Há coletes para todos os gostos e estilos, podem ser usados com peças básicas como regatas e cores neutras, camisas e vestidos, porém o look colete e camisa são considerados por alguns estilistas como ultrapassado e antigo por seu caráter formal, a dica, portanto é combiná-los a blusas curtas e mais modernas.
Coletes jeans também estão em alta, invista em lavagens claras e soltas. Para as mais modernas que não tem medo de ousar invistam em coletes com tachinhas, ombros marcado…

: SENSACIONAL - DIETA DA BANANA! :

Gente, tá uma loucura o assunto da nova dieta da banana, várias pessoas confirmaram a perda de peso.

Receita que vem do Japão mata rapidamente a fome e regula o impulso de comer doces; confira as regras desta receita.
Talvez você já tenha ouvido falar que os japoneses desenvolveram uma dieta sem restrições alimentares que ajuda a emagrecer super rápido. É a dieta da banana matinal, que exige apenas que você coma a fruta, de preferência quatro delas, no café da manha, sempre acompanhada de dois copos de água morna ou chá.

Consumir a iguaria desta forma barra o impulso de comer ao longo do dia, afirma a VIVA MAIS!. O médico japonês Hitoshi Watanabe, especialista em medicina preventiva e idealizador da nova dieta, diz que além de matar rapidamente a fome, a banana carrega enzimas capazes de acelerar a digestão.

“Vale lembrar que ela também é rica em fibras que se ligam a moléculas de água e formam um tipo de gel que cria grande sensação de saciedade”, complementa a nutricionista e fitoterape…

Uxi Amarelo - redução de gorduras.

Pesquisa  avalia eficácia de  planta na redução de  gordura  no  fígado, no  AM. Uxi Amarelo se mostra eficaz na redução e até cura de doenças do fígado.
Estudo foi realizado em ratos obesos submetidos à ração experimental.
O Uxi Amarelo (Endopleura Uchi), planta da região amazônica, pode ser utilizada no tratamento da esteatose hepática, doença popularmente conhecida como gordura no fígado. A constatação foi apontada no estudo intitulado 'Indução da esteatose hepática com ração experimental e tratamento com Endopleura Uchi', realizado pela estudante do 8º período do curso de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e bolsista do Programa de Apoio à Iniciação Científica da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), Natasha Valois Castelo.
Segundo ela, o estudo científico é pioneiro na área, porque visa melhorar um quadro onde não há tratamento medicamentoso eficiente, e enfatiza a importância da flora amazônica, por se tratar de uma pesquisa que usa uma planta da região qu…