Pular para o conteúdo principal

Foca na balança - ex atleta reúne centenas de gordinhas

"Foca na Balança" foi criado em Santos, SP, com a ajuda das redes sociais.
Criadora do projeto, Lia Prokisch, emagreceu 15 kg após ficar grávida.

Após ter seu segundo filho e não conseguir emagrecer, a ex-atleta Lia Flávia Savaris Prokisch, de 32 anos, decidiu criar um blog e praticar exercícios físicos com suas amigas. Esse foi o início do projeto "Foca na Balança", criado em fevereiro de 2013 e que, atualmente, conta com cerca de 150 pessoas em Santos, no litoral de São Paulo.

Lia, que é ex-nadadora e formada em Educação Física, afirma que não esperava tal repercussão. “No inicio apenas pensava em emagrecer. Fui para as redes sociais e criei um site para usar como um “diário virtual” e interagir. No começo tinha o retorno de algumas amigas, que também tinham filhos e tinham o mesmo objetivo. Com o tempo, mais gente foi se reunindo”, afirma Lia. Segundo ela, o nome “Foca na Balança” surgiu de um trocadilho por conta da sua forma física e da ideia inicial de “focar” no emagrecimento.

A empreendedora conseguiu emagrecer 15 kg apenas com exercícios e reeducação alimentar. Inicialmente, as aulas eram apenas na praia. “Eu pedalava e algumas amigas decidiram me acompanhar. O número aumentava de 10, para 30 e, depois de 30 para 50. Teve um dia que reunimos 100 mulheres na praia. Eu chorava de emoção. Foi naquele momento que tive a noção do que estava acontecendo", conta
.
Mais de 150 mulheres participam do projeto em Santos, SP (Foto: Lia Savaris/Arquivo Pessoal)
Mais de 150 mulheres participam do projeto em Santos, SP (Foto: Lia Savaris/Arquivo Pessoal)
Atualmente, o projeto “Foca na Balança” não auxilia apenas mães. “Nosso campo aumentou. Hoje, oferecemos aulas gratuitas na praia, temos um local próprio para dar aulas funcionais, enviamos treinos via e-mail, trabalhamos em empresas, tanto com homens quanto com mulheres. Porém, as aulas na praia e no estúdio são exclusivas para mulheres, que também podem trazer seus filhos”, explica.

Lia explica que grande parte das pessoas que procuraram aderir ao projeto desejam emagrecer 20 kg, o que ela considera uma tarefa bem difícil. Dentre essas voluntárias está Valéria Infante, de 37 anos. "Eu decidi entrar no projeto basicamente para emagrecer. Eu já pratiquei atividades físicas em outros locais. O diferencial aqui é o estilo mais "militar". Além disso, tem a questão de serem apenas mulheres, então não existe aquela coisa de não querer mostrar o corpo ou algo do tipo", afirma Valéria.

O projeto se sustenta graças a parcerias e as mensalidades pagas por alunas e empresas. Segundo Lia, quem faz parte do projeto tem diversas vantagens em comércios do litoral de São Paulo, como lojas de farmácias naturais e de roupas de ginástica, além de uma rede de colaboradores com nutricionistas e psicólogos. “Temos um 'clube de vantagens'. Eu procuro me associar com empresas onde vejo que existe algo positivo. E também temos parceiros profissionais, onde nossos alunos têm desconto”, diz.
"Nunca sonhei", diz Lia sobre projeto criado há pouco mais de um ano (Foto: Guilherme Lucio/G1)
"Nunca sonhei", diz Lia sobre projeto criado há pouco mais de um ano (Foto: Guilherme Lucio/G1)

Sobre o futuro, Lia conta que pretende expandir a marca. “Ontem, meu sonho era reunir 100 pessoas na praia. Quando isso aconteceu, eu chorei. Hoje, sonho em criar uma franquia no Brasil, onde poderei ajudar mais pessoas”, finaliza.

Saiba mais Aqui.


Fonte: g1.globo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

:: A moda pede coletes, saiba como usar o seu! ::

Olá meninas, uma das tendências deste inverno, são os coletes, pode-se dizer que seja um acessório, que vai dar aquele "tchan" na sua roupa, mas é claro, precisamos saber como combiná-los com certas roupas e principalmente com o nosso tipo físico, vamos lá?!

Não importa a época que se encontra, os coletes sempre vão bem ao look feminino, para dar uma realçada no visual e deixar personalizado. Mas cuidado na hora de escolher a cor e corte, por isso hoje daremos algumas dicas de como usar coletes.

 Há coletes para todos os gostos e estilos, podem ser usados com peças básicas como regatas e cores neutras, camisas e vestidos, porém o look colete e camisa são considerados por alguns estilistas como ultrapassado e antigo por seu caráter formal, a dica, portanto é combiná-los a blusas curtas e mais modernas.
Coletes jeans também estão em alta, invista em lavagens claras e soltas. Para as mais modernas que não tem medo de ousar invistam em coletes com tachinhas, ombros marcado…

: SENSACIONAL - DIETA DA BANANA! :

Gente, tá uma loucura o assunto da nova dieta da banana, várias pessoas confirmaram a perda de peso.

Receita que vem do Japão mata rapidamente a fome e regula o impulso de comer doces; confira as regras desta receita.
Talvez você já tenha ouvido falar que os japoneses desenvolveram uma dieta sem restrições alimentares que ajuda a emagrecer super rápido. É a dieta da banana matinal, que exige apenas que você coma a fruta, de preferência quatro delas, no café da manha, sempre acompanhada de dois copos de água morna ou chá.

Consumir a iguaria desta forma barra o impulso de comer ao longo do dia, afirma a VIVA MAIS!. O médico japonês Hitoshi Watanabe, especialista em medicina preventiva e idealizador da nova dieta, diz que além de matar rapidamente a fome, a banana carrega enzimas capazes de acelerar a digestão.

“Vale lembrar que ela também é rica em fibras que se ligam a moléculas de água e formam um tipo de gel que cria grande sensação de saciedade”, complementa a nutricionista e fitoterape…

Uxi Amarelo - redução de gorduras.

Pesquisa  avalia eficácia de  planta na redução de  gordura  no  fígado, no  AM. Uxi Amarelo se mostra eficaz na redução e até cura de doenças do fígado.
Estudo foi realizado em ratos obesos submetidos à ração experimental.
O Uxi Amarelo (Endopleura Uchi), planta da região amazônica, pode ser utilizada no tratamento da esteatose hepática, doença popularmente conhecida como gordura no fígado. A constatação foi apontada no estudo intitulado 'Indução da esteatose hepática com ração experimental e tratamento com Endopleura Uchi', realizado pela estudante do 8º período do curso de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e bolsista do Programa de Apoio à Iniciação Científica da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), Natasha Valois Castelo.
Segundo ela, o estudo científico é pioneiro na área, porque visa melhorar um quadro onde não há tratamento medicamentoso eficiente, e enfatiza a importância da flora amazônica, por se tratar de uma pesquisa que usa uma planta da região qu…