Pular para o conteúdo principal

Renda Extra fazendo artesanatos!

Empresárias em SP dão cursos de diversas técnicas e aquecem mercado.
No Brasil, 8,5 milhões de pessoas estão envolvidas com artesanato.



No Brasil, o setor de artesanato movimenta R$ 50 bilhões por ano. E em São Paulo, empresas investem em alternativas para aumentar os lucros.

São os cursos de artesanato que movimentam o comércio de matéria-prima e capacitam quem deseja montar um pequeno negócio.

No Brasil, 8,5 milhões de pessoas estão envolvidas com artesanato. Quase metade da produção está no Nordeste. A atividade representa cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. E para quem pensa em investir no mercado, o momento é favorável. Segundo Rita Mazzoti, diretora de uma das maiores feiras de artesanato do Brasil.



 “Uma das formas de a gente achar um trabalho rápido é quando você tem habilidade para fazer alguma coisa. Você tem alguma técnica, rapidinho você está produzindo alguma coisa. Começando a vender, ganhando algum dinheiro. Então, não deixa de ser alguma forma de sair de crises”, diz.

A empresária Wania Catóia é um exemplo de quem se deu bem no mercado de artesanato. Ela é dona de um ateliê, em São Paulo. Wania dá cursos de artesanato em madeira, cartonagem e forração francesa, uma técnica de revestimento com tecido.

O espaço foi montado há 5 anos, com um investimento inicial de R$ 100 mil.

“Fiz faculdade de artes e aos poucos... (...) eu fui percebendo que o artesanato, que era uma renda extra, na verdade virou a renda principal”, diz.

O ateliê tem 35 alunas matriculadas nos cursos e recebe semanalmente pessoas que participam de aulas avulsas. “Tem as pessoas que procuram o artesanato como fonte de renda e tenho as pessoas que trabalham com o artesanato como arte terapia, como um hobby.”

Priscila Caldeira faz o curso há pouco tempo e já ganha dinheiro com o artesanato. “Comecei fazendo as coisas para dar primeiro. Depois começou a surgir a oportunidade de vender”, explica.

No ateliê, Wania também vende os materiais usados na confecção do artesanato. “Tem bastante material. Aqui a gente trabalha com uma variedade, a gente trabalha com material para pintura em madeira, cerâmica, gesso, pintura em tecido, a gente trabalha com tela, scrapbook, cartonagem, encadernação”, diz.

Na loja, além de matéria-prima para a confecção do artesanato, Wania também vende produtos prontos. O faturamento médio da empresária com os cursos e a loja é de R$ 20 mil por mês.

Patchwork


Na zona leste de São Paulo, um ateliê é especializado em patchwork. A palavra vem do inglês, significa trabalho com retalhos. O artesanato já é bem popular no Brasil.

A empresária Laura Daleck montou o ateliê em 2003. Começou num espaço pequeno com um investimento baixo, de R$ 10 mil. “Eu, um dia olhando uma revista, vi essa técnica do patchwork. Me encantei (...). Fui fazer os cursos, fui me aperfeiçoando até dar aula de patchwork.”

Em 10 anos, o ateliê cresceu, dobrou de tamanho. Hoje, são 300 metros quadrados onde funcionam duas salas de aula bem espaçosas.

O ateliê fica sempre lotado. As vagas são disputadas e tem até lista de espera. No total, 110 alunas estão matriculadas. São várias turmas com aulas semanais. Elas aprendem de técnicas básicas do patchwork até as mais avançadas. O resultado é encantador, peças criativas, coloridas e bem práticas para o dia a dia.

O curso custa R$ 150 por mês, as aulas são semanais com duração de três horas.

A aluna Rosângela Alves faz o curso para se aperfeiçoar. Há cinco anos ela ganha dinheiro com patchwork. “Acaba sendo um produto personalizado (...), cada peça tem o seu estilo.”

O faturamento médio do ateliê é de R$ 20 mil por mês. Para atrair a clientela e se tornar competitiva nesse mercado, a empresária Laura fica sempre de olho nas novidades. “Faço curso para aprender técnicas novas, eu tenho ido viajar, todo ano procuro viajar”, diz.




Comece a ganhar dinheiro, compre já seus materiais na STAR BIJU


CONTATOS
ATELIÊ LAURA DALECK
Entrevistado: Empresária Laura Daleck
Rua Itapeti, 613 - Tatuapé
São Paulo/SP – CEP: 03324-002
Telefone: (11) 2094-3808
www.lauragdaleck.com.br


WANIA CATOIA ATELIER
Contato: Empresária Wania Catóia
Rua Desembargador do Vale, 1007 - Perdizes 
São Paulo/SP - CEP: 05010-040 ‎
Telefone: (11) 2537-6257
www.atelierwaniacatoia.com.br


WR SÃO PAULO – FEIRAS E CONGRESSOS
Contato: Diretora da Mega Artesanal Rita Mazzoti
Rua Amélia Correia Fontes Guimarães, 556 – Morumbi
São Paulo/SP – CEP: 05617-010
Telefone: (11) 3721-3116
www.wrsaopaulo.com.br

Fonte: pegn

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

:: A moda pede coletes, saiba como usar o seu! ::

Olá meninas, uma das tendências deste inverno, são os coletes, pode-se dizer que seja um acessório, que vai dar aquele "tchan" na sua roupa, mas é claro, precisamos saber como combiná-los com certas roupas e principalmente com o nosso tipo físico, vamos lá?!

Não importa a época que se encontra, os coletes sempre vão bem ao look feminino, para dar uma realçada no visual e deixar personalizado. Mas cuidado na hora de escolher a cor e corte, por isso hoje daremos algumas dicas de como usar coletes.

 Há coletes para todos os gostos e estilos, podem ser usados com peças básicas como regatas e cores neutras, camisas e vestidos, porém o look colete e camisa são considerados por alguns estilistas como ultrapassado e antigo por seu caráter formal, a dica, portanto é combiná-los a blusas curtas e mais modernas.
Coletes jeans também estão em alta, invista em lavagens claras e soltas. Para as mais modernas que não tem medo de ousar invistam em coletes com tachinhas, ombros marcado…

Uxi Amarelo - redução de gorduras.

Pesquisa  avalia eficácia de  planta na redução de  gordura  no  fígado, no  AM. Uxi Amarelo se mostra eficaz na redução e até cura de doenças do fígado.
Estudo foi realizado em ratos obesos submetidos à ração experimental.
O Uxi Amarelo (Endopleura Uchi), planta da região amazônica, pode ser utilizada no tratamento da esteatose hepática, doença popularmente conhecida como gordura no fígado. A constatação foi apontada no estudo intitulado 'Indução da esteatose hepática com ração experimental e tratamento com Endopleura Uchi', realizado pela estudante do 8º período do curso de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e bolsista do Programa de Apoio à Iniciação Científica da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), Natasha Valois Castelo.
Segundo ela, o estudo científico é pioneiro na área, porque visa melhorar um quadro onde não há tratamento medicamentoso eficiente, e enfatiza a importância da flora amazônica, por se tratar de uma pesquisa que usa uma planta da região qu…

: SENSACIONAL - DIETA DA BANANA! :

Gente, tá uma loucura o assunto da nova dieta da banana, várias pessoas confirmaram a perda de peso.

Receita que vem do Japão mata rapidamente a fome e regula o impulso de comer doces; confira as regras desta receita.
Talvez você já tenha ouvido falar que os japoneses desenvolveram uma dieta sem restrições alimentares que ajuda a emagrecer super rápido. É a dieta da banana matinal, que exige apenas que você coma a fruta, de preferência quatro delas, no café da manha, sempre acompanhada de dois copos de água morna ou chá.

Consumir a iguaria desta forma barra o impulso de comer ao longo do dia, afirma a VIVA MAIS!. O médico japonês Hitoshi Watanabe, especialista em medicina preventiva e idealizador da nova dieta, diz que além de matar rapidamente a fome, a banana carrega enzimas capazes de acelerar a digestão.

“Vale lembrar que ela também é rica em fibras que se ligam a moléculas de água e formam um tipo de gel que cria grande sensação de saciedade”, complementa a nutricionista e fitoterape…