quarta-feira, 22 de junho de 2011

:: Varizes x Saúde ::

 Varizes

Oi meninas, vamos saber sobre as varizes, aquelas terríveis veias que aparecem em nossas pernas.
A insatisfação feminina com as varizes nas pernas é, com certeza, o fator que mais contribui para a visita ao consultório de angiologistas e cirurgiões vasculares. Mas a mulher deve entender que a questão ultrapassa o fator estético. Cuidar das varizes é cuidar da saúde. É o que afirma o médico Manuel Julio Cota, presidente da Sociedade de Angiologia e de Cirurgia Vascular Regional do Rio de Janeiro (Sbacv-RJ).
Para ele, que conversou com o SRZD, não existe problema da mulher querer ficar bonita, mas a negligência em relação ao tratamento pode levar ao desenvolvimento de complicações, como flebites, trombose venosa, alterações de pele: pigmentações, eczema e úlceras nos membros inferiores.

"É claro que toda a população precisa estar atenta à saúde do sistema circulatório, mas no caso da mulher, existem situações exclusivas - gestação, uso de medicamento anticoncepcional, reposição hormonal durante a menopausa - que fazem delas mais vulneráveis a algumas doenças vasculares", explica o especialista.

Não se pode falar em cura, mas podemos controlar as varizes. Veja como:

- Tratamento Continuado para Varizes;
- Meias elásticas;
- Evitar o Sol e o Calor;
- Evitar sauna, banhos muito quentes e demorados;
- Evitar o excesso de peso;
- Fazer exercícios, como andar, correr e nadar;
- Evitar o uso de anticoncepcionais hormonais;
- Evitar ficar sentado ou em pé por muito tempo;
- Evitar de sempre usar salto alto;

Salto alto deve ser reservado para situações especiais

Algumas mulheres costumam abusar do uso de saltos altíssimos e finos. Este hábito pode ser muito prejudicial à saúde vascular. Embora não existam estudos conclusivos sobre a relação entre varizes e o uso de sapatos com salto, sabe-se que o caminhar natural (aquele que proporciona a correta contração da panturrilha, garantindo que o sangue das pernas seja bombeado de forma eficiente de volta ao coração) é comprometido pelo salto alto.

O fluxo sanguíneo dos membros inferiores sofre as consequências e pode haver formação de coágulos ou trombos. "O uso contínuo de saltos muito altos é negativo. Por isso, a mulher deve usar saltos de no máximo três ou quatro centímetros no dia a dia. Saltos agulha devem ficar guardados para uma ocasião especial", orienta o presidente da SBACV-RJ, que concedeu entrevista ao SRZD. Acompanhe abaixo.

SRZD - Existem diferentes tipos de varizes? Por que elas se manifestam?

Manuel Julio Cota - Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem sob a superfície cutânea. Dependendo da fase em que se encontram, elas podem ser de pequeno, médio ou de grande calibre.

As varizes aparecem porque os vasos perdem sua elasticidade e as válvulas não funcionam de forma eficiente, comprometendo a circulação do sangue.

SRZD - Qual é o público que procura os consultório de angiologistas e cirurgiões vasculares? Sexo, idade e por que procuram? Estética ou por uma questão de saúde?

Manuel Julio Cota - As maiores vítimas das varizes são as mulheres por causa dos hormônios femininos - principalmente a progesterona que favorece a dilatação das veias.

As varizes costumam aparecer a partir de 30 anos de idade e podem ir piorando com o passar dos anos. É pouco frequente antes dos 30 anos, mas pode acontecer de pessoas mais jovens apresentarem microvarizes.

SRZD - O que pode acontecer se a pessoas não tratar as varizes?

Manuel Julio Cota - A negligência em relação ao tratamento pode levar ao desenvolvimento de complicações, como flebites, trombose venosa, alterações de pele: pigmentações, eczema e úlceras nos membros inferiores.

SRZD - O salto alto também pode resultar no aparecimento de varizes? Por que o aparecimento de varizes pode também está relacionado ao uso frequente desse tipo de calçado?

Manuel Julio Cota - Embora não existam estudos conclusivos sobre a relação entre varizes e o uso de sapatos com salto, sabe-se que o caminhar natural (aquele que proporciona a correta contração da panturrilha, garantindo que o sangue das pernas seja bombeado de forma eficiente de volta ao coração) é comprometido pelo salto alto.

O uso contínuo de saltos muito altos é negativo. Por isso, a mulher deve usar saltos de no máximo três ou quatro centímetros no dia a dia. Saltos agulha devem ficar guardados para uma ocasião especial", orienta o presidente da SBACV-RJ.

Fonte: srdz

2 comentários:

  1. É, eu tenho 16 anos e tenho muitas varizes.
    Odeio o verão por isso, minhas pernas são feias e não gosto que fiquem a mostra :(

    ResponderExcluir