quarta-feira, 8 de junho de 2011

:: Hidrate o corpo neste inverno ::

O frio chegou e com ele a vontade de sair do banho já com a pele hidratada e perfumada, certo? Então, este é o momento de investir em óleos corporais.
foto divulgação

Segundo a dermatologista Daniela Leal, estes produtos ganham mais atenção nas épocas mais frias, pois são mais cômodos para aplicar, já que podem ser usados durante o banho, sem sair da água quente do chuveiro. “Já os hidratantes, em cremes ou loções, requerem um tempo de exposição ao frio após o banho, o que pode ser desconfortável, assim, os óleos são indicados para quem gosta de praticidade”, explica.
A função dos óleos é hidratar e levar maciez no momento do banho, proporcionando uma proteção natural. Isto acontece pois formam um filme sobre a camada mais externa da pele, impedindo a perda de água para o ambiente. A Dra. Daniela afirma que, além disso, o produto é responsável por dar uma maior elasticidade para a pele. “Vale ressaltar que os óleos são recomendados para todos os tipos de pele, mas aquelas mais ressecadas vão precisar do complemento de um hidratante”, conta.

Aplicação e uso

A melhor forma de aplicação vai depender da preferência de cada pessoa. “Quando usados durante o banho, deixam uma sensação mais suave de hidratação, e um risco menor de sujar as roupas. Já quando aplicados após o banho, como um hidratante, deixam sobre a pele uma película mais grossa, que pode trazer mais conforto para quem tem a pele muito seca”. De acordo com a especialista, os óleos podem ser usados diariamente no corpo, “apenas deve-se tomar cuidado em casos de pele acneica, que pode ocorrer nas costas e peitoral de adolescentes, por exemplo”, finaliza.
  • Óleo de Amêndoas: nutre a pele pois contém em sua formulação agente desodorante protetor, prolongando a sensação de bem estar.
  • Óleo de Amêndoas com Rosa Mosqueta: restaura a pele que fica exposta ao ar livre.
  • Óleo de Amêndoas com Girassol: age nas peles desvitalizadas deixando-as ainda mais suaves e hidratadas.
Fonte; bagarai.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário