terça-feira, 28 de junho de 2011

:: Gripe ou resfriado, entenda a diferença. ::

Oi meninas, espero que estejam gostando do blog, estou fazendo o possível para torná-lo agradável, informativo para todos.
Nesse tempo de inverno, frequentemente o nosso corpo reage ás mudanças climáticas, e vira e mexe estamos gripados e resfriados, mas qual a diferença entre eles ?! Vamos descubrir, confiram!

Os medicamentos para tratar sintomas de gripes e resfriados não curam essas doenças. Veja as diferenças entre antigripais e antivirais.


foto divulgação
 Mas o que muita gente nem imagina é que, embora tenham sintomas parecidos e sejam provocadas por vírus, gripes e resfriados não são a mesma coisa.
Para se ter uma ideia, o resfriado é causado por qualquer um dos mais de 200 vírus, inclusive o rinovírus, que pode proporcionar diversos episódios da doença ao longo do ano. A doença apresenta sintomas locais, que duram de três a cinco dias, tais como: dor de garganta, coriza, obstrução nasal, dor de cabeça e febre leve e esporádica.

a gripe é transmitida pelo vírus Influenza
e pode persistir de sete a 14 dias. Nesse caso, o paciente apresenta um quadro sistêmico, com sintomas mais fortes e que atingem todo o corpo, como mal estar, súbita dor de cabeça, na garganta e no corpo, febre, fadiga, tosse, irritação nos olhos e ouvidos, falta de apetite e coriza.
Os médicos consideram normal ter gripe uma vez ao ano. Se analisarmos o conjunto de sintomas e o potencial de contaminação, a gripe é uma doença bem mais importante que o resfriado, pois pode, eventualmente, evoluir para quadros de pneumonia.


Antivirais x antigripais
 
Como as gripes e os resfriados são doenças virais, elas só podem ser efetivamente curadas a partir da própria resposta imunológica do organismo ou, em casos mais graves, através de uma combinação desta com medicamentos antivirais, que ajudam na eliminação natural do vírus pelo sistema de defesa do corpo.
É importante ressaltar que os antivirais não possuem nenhum tipo de relação com os medicamentos conhecidos como antigripais, que são vendidos livremente nas gôndolas de farmácias e drogarias e, muitas vezes, são usados de maneira indiscriminada, trazendo riscos à saúde. Os antigripais não atuam sobre os vírus e não curam as doenças.

Fonte: proteste.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário